Início > Entre em contato, Intermediação Financeira, Contratação de Intermediação Financeira > Abra sua Conta no Banco do Brasil com a Deniway Crédito, Financiamento e Investimento

Abra sua Conta no Banco do Brasil com a Deniway Crédito, Financiamento e Investimento

19/01/2012


Temos uma Linha de Produtos do Banco do Brasil para você que está Precisando de Crédito e Organizar a sua Vida Financeira.

–  Refinanciamento, disponibilizamos Refinanciarmento de todas as dívidas que o cliente tem no BB. Desde que não haja parcela em atraso.

–  Crédito Salário – Empréstimo para débito em conta, com a taxa de juros compatível ao do consignado, é uma linha exclusiva para correntistas onde o Banco do Brasil irá gerar um limite fora da folha, ou seja o cliente não precisa ter margem, o cliente a ser atendido são todos os funcionários e aposentados do qual a folha de pagamento é conveniada com o Banco do Brasil;

– Crédito Benefício – Empréstimo para débito em conta, com a taxa de juros compatível ao do consignado, é uma linha exclusiva para correntistas onde o Banco do Brasil gera um limite fora da folha, ou seja o cliente não precisa ter margem. O público a ser atendido para esse produto, são todos os aposentados e pensionistas do INSS.

– Abertura de conta – Abrimos Conta Corrente, onde o Cliente terá acesso as Linhas de Crédito, mediante ao Contrato Assinado e as Regras estabelecidas pelo Banco do Brasil.

Aproveite a oportunidade para abrir conta corrente (aposentados/pensionistas) que recebem via cartão magnético ou recebem seu benefício em outros bancos, transferindo o crédito para a conta recém-aberta. Após o recebimento do benefício na conta do BB, as linhas de consignado e crédito benefício serão disponibilizadas para oferta aos clientes aptos.

Deniway Crédito, Financiamento e Investimento

(61) 82127129 (TIM) / (61) 9352-2189 (Claro)

MSN: deniwaybsb@hotmail.com

E-mail: deniwaybsb@gmail.com

19/04/2012 14h25 – Atualizado em 19/04/2012 15h12

Banco do Brasil anuncia nova redução de taxas de juros

Segundo o banco, ajustes refletem a nova redução na taxa Selic.
Taxa mínima do cheque especial foi reduzida de 1,97% ao mês para 1,38%.

O Banco do Brasil anunciou nesta quinta-feira (19) novas reduções nas taxas de juros para empréstimos para pessoas físicas e empresas. As novas taxas do BB entram em vigor a partir de segunda-feira (23) e incluem reduções em linhas de crédito que já tinham sido reduzidas no último dia 18.

saiba mais

  • Saiba aproveitar os juros mais baixos e troque dívida ‘cara’ por ‘barata’
  • Investir na poupança fica mais vantajoso com nova Selic, diz Anefac
  • Itaú e Bradesco anunciam redução nas taxas de juros

“Os ajustes refletem a alteração da Selic, anunciada ontem pelo Comitê de Política Monetária (Copom), além de novas reduções que buscam manter as taxas do Banco do Brasil entre as menores do sistema financeiro”, informou o banco em comunicado. Nesta quinta, o Banco Central anunciou a redução da taxa básica de juros para 9% ao ano.

A taxa mínima do cheque especial para os clientes do BB, por exemplo, foi reduzida de 1,97% ao mês para 1,38%. No crédito consignado, a taxa mínima recuou de 0,85% ao mês, para 0,79%. No financiamento de veículos, a taxa mensal mínima caiu de 0,99% para 0,95%.

            Novas taxas mínimas anunciadas pelo BB
Modalidade Taxa atual Taxa a partir de 23/04
Cheque Especial Pessoa Física (PF) 1,97% 1,38%
Cartão de crédito PF* 3% 2,94%
Financiamento Veículo 0,99% 0,95%
Crédito consignado INSS 0,85% 0,79%
BB Crédito automático 3,39% 1,99%
Antecipação de Crédito ao Lojista 1,26% 1,04%
Desconto de Títulos Pessoa Jurídica (PJ) 1,35% 1,25%
Desconto de Cheques PJ 1,35% 1,25%
* Taxas para quem aderir a pacote de serviços

Segundo o BB, o volume de operações de crédito do BB para pessoas físicas aumentou 45% desde o anúncio da redução das taxas de juros, no último dia 12. “A média diária de desembolso passou para R$ 276 milhões e totaliza mais de R$ 1,3 bilhão em crédito liberado nos últimos cinco dias”, informou o banco.

“Mais de 60 mil clientes já aderiram aos pacotes de serviços Bompratodos, que oferecem taxa de 3% no rotativo do cartão de crédito e outras vantagens no cheque especial, como 10 dias sem juros e parcelamento do saldo devedor, também com taxa de 3%”, acrescenta o comunicado.

O Banco do Brasil informou também que as operações com micro e pequenas empresas, desde o lançamento do último programa, já somam R$ 2,23 bilhões. Somente as operações com recebíveis (vendas com duplicatas e cartões de crédito) totalizam R$ 1,35 bilhão, incremento de 31,7% do volume liberado em relação ao mesmo período de março de 2012.

Entenda a movimentação dos bancos
O governo federal vem pressionando os bancos para reduzirem o “spread” – a diferença entre o que o banco “paga” para captar recursos e quanto ele cobra para emprestar – e, assim, reduzir as taxas de juros cobradas no país. Com a redução dos juros dos bancos estatais o governo estaria buscando acirrar a concorrência e, assim, forçar os bancos privados a também baixarem as taxas cobradas.

O Banco do Brasil foi o primeiro a anunciar um pacote de redução de juros das principais linhas de crédito para pessoas físicas e micro e pequenas empresa, movimento que foi seguido por Caixa, HSBC, Santander, Bradesco e Itaú-Unibanco.

Com o anúncio desta quinta-feira, o BB tenta mais uma vez se posicionar à frente da concorrência.

%d blogueiros gostam disto: